Publicado em: quinta-feira, 11/04/2013

Roger faz comentários que revoltam jogadores

Roger faz comentários que revoltam jogadoresO mais novo recém-jogador aposentado, o meia Roger Flores, acabou virando uma unanimidade no meio dos jogadores dos times do Rio de Janeiro já que demonstrou á todos como será sua nova posição de comentarista. Atualmente trabalhando em meio ás transmissões do canal da tv a cabo Sportv, desde o mês de outubro do ano de 2012, ele conseguiu irritar diversos atletas em meio aos quatro maiores times cariocas com toda a sua sinceridade nos comentários e também nas críticas, além de sempre buscar em “entregar” algumas manias pra lá de estranhas da profissão. Chamando a atenção neste sentido, o primeiro comentário neste sentido foi quando teria explicado ao vivo como um jogador consegue dar “migué” em meio á um jogo do Corinthians. Segundo a direção do canal, os comentários do ex-jogador caíram no gosto popular e o os telespectadores regiram muito bem e ele começou a ganhar mais espaço na emissora. Mas depois disso os problemas de Roger só aumentaram, já que seus colegas de profissão ficaram desgostosos com o que ouviram.

Dentro do time Fluminense, acabou pegando mal quando o atleta afirmou que os jogadores do time não tinham tanta dedicação aos treinos e que por isso erravam muitos passes. Um dos esportistas que mais se incomodaram com o comentário foi o meia Deco, que falou ironicamente para seus colegas “como se ele treinasse”. Roger teve sua estreia no clube das Laranjeiras, e é chamado de “chinelo” quando os jogadores querem fazer referência ao seu novo emprego como comentarista, relembrando o passado em que teve muitas lesões no clube. Mas o comentário que acabou gerando mais críticas foi quando ele afirmou que o volante Edinho, do Fluminense, teria que portar um revólver 38 para que consiga matar uma bola. Dessa forma, as declarações foram motivos de debate até mesmo com o Flamengo.