Publicado em: terça-feira, 27/09/2011

Rock in Rio – Confira o balanço dos prós e contras do Festival

Os três primeiros dias do Rock in Rio apresentaram avanços na estrutura, se comparado às últimas edições. Mas não quer dizer que não tenha havido problemas. Os problemas de furtos ocorridos no dia de estréia do evento continuaram a ocorrer nos dias seguintes, ainda que com as medidas na organização. Os números de incidentes diminuíram, mas não deixaram de acontecer.

Um ponto positivo, porém, é a organização do evento quanto a objetos perdidos. Nos primeiros dias, após a limpeza da Cidade do Rock, foram encontrados mais de 300 documentos, entre RGs e carteiras de motoristas. Além do quiosque na própria Cidade do Rock, a partir do dia 28 os objetos recolhidos serão encaminhados para o setor de ‘achados e perdidos’ na sede dos Correios, na Av. Presidente Vargas, 3.077, Cidade Nova, Rio de Janeiro.

Outra melhoria foi a substituição dos nada atraentes banheiros químicos, por banheiros de verdade, ligados a rede de esgoto. Foi um dos poucos lugares que o público não precisou enfrentar fila. Já as filas, foram um problema, tanto para se alimentar, quanto para curtir o parque de diversões disponível no local.
Quem queria comer, precisou esperar em médio 40 minutos na fila.

O público também precisa mudar o comportamento. No domingo, foram retirados mais de 40 toneladas de lixo da Cidade do Rock, entre elas, chicletes, copos e papéis. Quem ainda pretende participar dos últimos dias do festival precisa se lembrar que o evento conta com a presença de 100 mil pessoas e que evitar filas e desconforto com um público tão grande é praticamente impossível.