Publicado em: quinta-feira, 26/07/2012

Roberto Jefferson foi internado para retirar tumor no pâncreas

Depois de ficar conhecido como o delator do esquema do mansalão que ocorria no governo do ex presidente Luiz Inácio Lula da Silva, Roberto Jefferson (PTB) se encaminhou para o Hospital Samaritano, no Rio, e foi internado na manhã de hoje (26). Recentemente o ex-deputado descobriu a existência de um tumor no pâncreas mas, segundo a assessoria do PTB, nem os médicos podem afirmar se o tumor é benigno ou maligno. A cirurgia de retirada será realizada neste sábado. A princípio, a assessoria do presidente do partido divulgou que os médicos afirmaram que ele estaria com câncer, mas, que após diversos exames preparatórios que foram realizados essa semana, os médicos só terão certeza após a cirurgia.

Como estará em recuperação ele não acompanhará incialmente, o início do julgamento das denúncias que ao todo envolvem 40 réus. O previsto é para que os casos sejam julgados a partir do dia 2 de agosto, pelo Sepremo Tribunal Federal (STF). Após acusar e revelar todo o esquema do mensalão no ano de 2005, Jefferson também foi incluído nas investigações e respondeu ao processo em liberdade. No ano de 2007 o Supremo resolveu investigar 40 suspeitos que estavam envolvidos no suposto esquema. Após as denúncias, o chefe da casa civil, José Dirceu, deixou o cargo e resolveu retomar a chefia da Câmara. Com isso, ele foi cassado e perdeu o direito a concorrer a qualquer cargo público até 2015.