Publicado em: quinta-feira, 15/12/2011

RJ já registrou 137 mortes devido à dengue

O estado do Rio de Janeiro já notificou neste ano 137 casos graves da dengue que levaram os pacientes a óbito. A Secretaria de Saúde emitiu um balanço nesta quarta-feira (14) que vai de 1º de janeiro até o dia 10 de janeiro. Destas, 51 mortes foram registradas na cidade do Rio de Janeiro, 16 em São Gonçalo, nove em Duque de Caxias e oito em Nova Iguaçu.

Até o dia avaliado, a capital do estado já havia registrado 74.232 casos da doença. A maioria dos casos notificações acontece na zona do oeste, em Campo Grande, que teve 14 mil casos até agora. Já no estado, são 165.794 casos confirmados da dengue em 2011.

Na opinião do prefeito do Rio, Eduardo Paes, a situação é pior do que a havia sido comentada pelo Ministério da Saúde na ultima semana. O ministério havia declarado o Rio como estado de alerta. “Acho que o Rio deve ser classificado como cidade de alto risco de epidemia, e a população deve estar informada sobre isso”, disse Paes.

Somente na primeira semana deste mês, o Rio registrou 173 casos confirmados da doença. “Os números de dezembro estão baixos em comparação com a média anual, mas é o esperado para essa época do ano. Os meses de pico são março, abril e maio. Se cuidarmos agora, não haverá epidemia”, disse o prefeito.

De acordo com o secretario municipal de Saúde,, Hans Dohmann, a partir do próximo dia 20 a prefeitura vai começar e enviar carros om inseticida nas áreas de maior índice da doença. “Esses fumacês só matam o mosquito. A solução é combater a larva do mosquito”, explicou.