Publicado em: sábado, 05/11/2011

RJ acredita que terá pior epidemia de dengue neste verão

Nesta sexta-feira (4), o secretário municipal de Saúde do Rio de Janeiro, Hans Dohman, comentou que a prefeitura da cidade está apta para combater a nova epidemia de dengue que deve chegar neste verão. Ele ainda comentou que esta deve ser a pior epidemia da história e pediu que a população ajude a enfrentar o mosquito através de um trabalho de prevenção.

Para garantir que os focos de reprodução do mosquito diminuam e assim o número de casos, a prefeitura fez na sexta-feira um mutirão em alguns pontos da cidade para incentivar os cidadãos a combaterem a doença. O trabalho foi feito com profissionais da saúde que orientação os moradores como fazer a identificação de fotos de transmissão da doença, como recipientes com água.

“Esse esforço não será suficiente sem a participação dos cidadãos, cada um de nós que moramos no Rio de Janeiro tem que cuidar da cidade, fazer esse trabalho preventivo que está muito mais nas casas das pessoas que nas áreas públicas”, alertou o secretário. Dohman ainda alertou que 82% dos pontos de transmissão e reprodução do mosquito estão localizados em residências.

Segundo o secretário, o Rio de Janeiro passa por um dos momentos mais intensos no que diz respeito ao combate à doença, uma vez que a prefeitura montou a maior estrutura para fazer o atendimento aos doentes e ainda programas de prevenção. De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, a cidade do Rio teve desde o começo deste ano mais de 71 mil casos diagnosticados, sendo 51 mortes.