Publicado em: segunda-feira, 01/08/2011

Risco Brasil encerra em alta, aos 157 pontos

O índice EMBI+ do Brasil, calculado pelo Banco JP Morgan Chase, é considerado um dos principais termômetros para analisar a confiança dos investidores. Na sexta-feira (30) ele encerrou em alta de 2,61%, aos 157 pontos. Na quinta-feira, ele havia indicado 153 pontos.

Porém, no encerramento do semana, ficou em queda de 3,68%. O indicador analisa o excedente pago em relação à rentabilidade garantia pelo bônus do governo americano. A cotação é feita da seguinte forma: a cada 100 ponto expresso pelo Risco Brasil, os títulos do país pagar uma sobretaxa de 1% aos papeis dos EUA.

O Emerging Markets Bond Index (EMBI) do Brasil é o índice que reflete o comportamento de títulos da dívida externa brasileira. Ele corresponde à media ponderada dos prêmios que são pagos por esses títulos em relação a papeis de prazo equivalente do Tesouro dos Estados Unido, considerado o país mais solvente do mundo, que tem risco quase nulo.

Assim, o mercado utiliza o EMBI como forma de medir a capacidade de um país em honrar os seus compromisso financeiro. Os investidores interpretam que quanto maior a pontuação do indicado de risco, mais perigoso é aplicar no país. O governo classificado como “arriscado” precisa oferecer altas taxas de juros para atrair o capital estrangeiro a financiar a sua dívida, chama de prêmio pelo risco.