Publicado em: segunda-feira, 09/02/2015

Rio vence Osasco e é bicampeão sul-americano de vôlei

Depois de uma disputa muito concorrida e tensa, tanto dentro quanto fora de quadra, a equipe do Rio de Janeiro conseguiu sair vitoriosa sobre a equipe do Osasco no Campeonato Sul-Americano de vôlei. A vitória foi garantida por 3 sets a 1(15/25, 25/20, 25/21 e 25/14) e o Rio de Janeiro conseguiu levar pelo segundo ano o título do campeonato. Muitas reclamações com relação a arbitragem foram registradas, mas do lado de fora, a disputa entre as torcidas foi saudável.

O jogo teve o início dominado pelo Osasco, que conseguiu garantir a primeira vitória no set com 25 a 15 pontos. Em seguida, o técnico Bernardinho ainda conseguiu garantir uma anulação do ataque das adversárias, com uma tática. As cariocas partiram para cima, sacando em cima de Carcaces, que não mostrou todo seu talento com a recepção. Foi assim que as donas da casa começaram a perder a potência do ataque da principal atleta que pontua. A atleta Dani Lins também enfrentou dificuldades em realizar os levantamentos.Rio vence Osasco e é bicampeão sul-americano de vôlei

A partida acabou sendo uma revanche de ultimo jogo entre as equipes em 2009, quando o time paulista derrotou o Rio na disputa do torneio continental, também garantindo a vitória por 3 sets a 1. As duas equipes já se enfrentaram mais de 70 vezes desde 1997, totalizando 39 vitórias do Rio de Janeiro e 32 vitórias do Osasco. Essa acaba sendo ainda a segunda decisão entre as duas seleções no Campeonato Sul Americano. No ano passado, a disputa aconteceu também em Osasco, quando o time da casa perdeu para o Sesi São Paulo por 3 sets a 0.

O time das campeãs conta com três jogadoras da seleção. Carol acabou despontando como a melhor oposta do Rio de Janeiro, enquanto Gabi foi eleita a melhor ponteira de toda a competição. Ainda teve reconhecimento para Fabi, que foi a veterana a garantir o troféu de melhor líbero. O destaque do Osasco ficou para Carcaces, que é cubana e foi eleita como a MVP nessa disputa. Luiz Omar de Mora, técnico do Osasco, não escondeu da imprensa sua decepção com o resultado do jogo, afirmando que não conseguiram adaptar a estratégia da equipe para a entrada de Andreia.