Publicado em: sexta-feira, 24/02/2012

Rio Grande do Sul: polícia pede prisão preventiva de jovem que atropelou 17 pessoas

Saiu na noite desta quinta-feira (23), a prisão preventiva de Gilberto Luiz Pelizzer Júnior, 18 anos, acusado de atropelar 17 pessoas na madrugada de terça-feira (21) na praia do Quintão, litoral norte do Rio Grande do Sul. Após o atropelamento, o motorista fugiu do local, mas acabou sendo localizado pela policia.

Karolin Bárbaro, de 19 anos, uma das vítimas já havia sido atendida e liberada no Pronto Atendimento de Saúde de Quintão, contudo precisou ser internada às pressas em Porto Alegre. Ela fraturou uma costela e sofreu lesões na coluna.

Na quarta-feira (22), 11 atropelados foram ouvidos. A princípio o acidente havia sido registrado como lesão corporal culposa (sem intenção, mas foi alterado para tentativa de homicídio com dolo eventual (quando o condutor assume o risco de causar o resultado). Isso porque em seu depoimento o jovem admitiu que havia ingerido bebida alcoólica e que fugiu logo após atingir as vítimas. Ele estava sozinho negou-se a fazer o teste do bafômetro.

O condutor disse ainda que entrou em pânico com o número de pessoas próximas ao carro, e por isso acabou atropelando o grupo de pessoas e fugido logo em seguida. Ele alega ter acelerado porque a multidão que cercava seu carro começou a destruir o veículo. De acordo com o jovem, a sua intenção era apenas sair do local.