Publicado em: quinta-feira, 03/05/2012

Rio de Janeiro já registra 75% dos casos de dengue de 2011 nos primeiros quatro meses de 2012

Rio de Janeiro já registra 75% dos casos de dengue de 2011 nos primeiros quatro meses de 2012O número de casos constatados de dengue no Rio de Janeiro nos primeiros meses do ano já chega a 75% de todos os casos de 2011. Ano passado foram notificados 78.861 casos da doença. Um levantamento dos primeiros quatro meses de 2012 já mostraram que até o momento a Secretaria Municipal de Saúde já registrou 59.435 casos na capital fluminense. 945 desse total foram constatados somente na última semana. Conforme explicou Márcio Garcia, superintendente de Vigilância Epidemiológica da Secretaria Municipal de Saúde, a prefeitura está trabalhando para diminuir esses números. Espera-se que já no mês de maio seja possível observar uma queda no número de registros da doença. Isso se deve ao fato de que a dengue está relacionada também com questões climáticas. Com o frio, a incidência do mosquito transmissor é menor.

No entanto, segundo Garcia, a cidade continua em alerta de epidemia. Espera-se, porém, que com a chegada do outono o número de casos diminua. A incidência maior do mosquito é no verão com a água mais quente. De acordo com o relatório alguns bairros concentram o maior número de casos. Trata-se de Bangu, Realengo e Campo Grande, situados na zona oeste da capital fluminense. Os três juntos são responsáveis por 745 dos 845 casos detectados na última semana. Em seguida está Madureira, com 55 casos. Somente este ano já foram 13 mortes em função da doença. 12 delas foram registradas no município do Rio de Janeiro e uma em Niterói.

A cidade já possui um histórico de dengue. Em 2001 neste mesmo período foram 34 mortes. Em 2002 foram mais 62 óbitos e em 2008, na pior epidemia contatada na cidade, morreram 140 pessoas nos primeiros meses do ano.