Publicado em: quarta-feira, 15/02/2012

Ricardo Teixeira pode deixar a CBF nesta quinta-feira (16)

A CBF (Confederação Brasileira de Futebol) pode ter um dia decisivo nesta quinta-feira (16). Jornalistas dão conta de que o mandatário da entidade, Ricardo Teixeira, deve anunciar que deixará o cargo, após mais de 20 anos no comando do futebol nacional.

Nesta quarta-feira (15) o colunista Anselmo Góes, do jornal ‘O Globo’, escreveu que a CBF deve divulgar uma nota na quinta-feira, confirmando a saída do dirigente. Dias antes, os jornalistas Ricardo Perrone e Juca Kfouri também já divulgaram a renúncia de Teixeira.

Os motivos que levariam Teixeira a deixar a CBF seriam a confirmação das denúncias de corrupções, além da piora no seu estado de saúde. Na quarta, o jornal ‘Folha de São Paulo’ divulgou uma matéria com documentos que comprovam a ligação do dirigente com a empresa Alianto, acusada de superfaturamento do amistoso entre Brasil e Portugal, em 2008.

Com a possível saída de Ricardo Teixeira, também já estaria definido o novo presidente da entidade. Seria José Roberto Marin, um dos vice-presidentes da CBF. Uma eleição para definir a presidência da CBF está prevista para 2015.