Publicado em: sexta-feira, 09/03/2012

Ricardo Teixeira pede licença da CBF por motivos de saúde

Após comunicar a todos os membros das federações estaduais de futebol por meio de uma assembleia geral, o presidente da Confederação Brasileira de Futebol, Ricardo Teixeira, anunciou na última quinta-feira (8) que vai pedir licença do comando da entidade por motivos de saúde.

Provisoriamente, o vice-presidente mais velho da CBF é quem irá assumir o posto. No caso, será José Maria Marin, que está vinculado à Federação Paulista de Futebol (FPF) e que ficou mais conhecido recentemente por ter ‘roubado’ uma das medalhas da premiação da Copa São Paulo de futebol Júnior de 2012.

De acordo com Marco Polo Del Nero, presidente da FPF, Ricardo Teixeira não definiu o quanto tempo irá se ausentar da CBF, mas, segundo o estatuto, essa data não pode ser superior a 180 dias (seis meses).

Recentemente, o nome de Ricardo Teixeira foi envolvido em várias denúncias de irregularidades. Muitos pensavam que ele iria renunciar ao cargo, mas ele continuou e agora pediu licença médica. Resta saber se mesmo indiretamente Teixeira ainda não continuará exercendo influência na entidade máxima do futebol brasileiro.