Publicado em: quarta-feira, 29/06/2011

RG passará a ter chip

O Ministério da Justiça informou na quarta-feira (29) que a partir do mês de julho o RG (Registro Geral) passará a ter um chip.

As cidades de Brasília e Salvador serão as primeiras a implementar o novo modelo de documento, que ainda irá operar em fase de testes nos meses iniciais. A escolha das duas cidades foi aleatória, assegura o governo, que pretende estender o processo de troca para todo o país até 2019, quando, segundo projeções do Ministério, 150 milhões de pessoas terão a nova versão do documento.

Os cidadão de Brasília e Salvador vem sendo convocados a trocarem seus RGs desde o início do ano, e nesta fase de testes, a troca será paga pelo governo. Com a mudança, identidade e título de eleitor passam a ser um único documento.

A iniciativa em criar um RG biométrico é tentar inibir as falsificações de documentos. Outra vantagem seria o fim da necessidade de apresentar cópias de vários documentos em serviços públicos, já que o chip armazenaria todas as informações necessárias.