Publicado em: segunda-feira, 29/08/2011

Reunião entre secretário-geral da ONU e Conselho de Segurança tem como tema investimento nas missões de paz

O secretário-geral da ONU, Ban Ki-Moon, participou de um encontro nesta sexta-feira na própria sede da Organização para pedir ao Conselho de Segurança que liberem mais verbas e que tenham maior flexibilidade para apoiar as missões de paz. Essas expedições reúnem cerca de 100 mil soldados enviados a diversos destinos em conflito internamente nos seus países. Antes de dar início à reunião, os presentes fizeram um minuto de silência em respeito aos companheiros vítimas do atentado terrorista contra a sede da ONU na Nigéria.

A reunião foi realizada com o presença do secretário-geral e os representantes das 15 nações que fazem parte do Conselho de Segurança da ONU. No seu discuro, Ban afirmou que “podemos estar entrando em uma nova fase, com situações diversas e múltiplas facetas, nas quais as operações de paz podem desempenhar um papel muito importante. Apesar da responsabilidade dos governos anfitriões, os ‘capacetes azuis’ têm cada vez mais responsabilidades para proteger os civis e, ao mesmo tempo, são mais exigidos em seu trabalho.”

Ban também explicou que acredita na necessidade da evolução das missões de paz, pois cada uma conta com especificidades relativas ao ambiente no qual estão trabalhando. Assim, o secretário-geral acredita que o sucesso pode continuar em outras regiões da mesma maneira como já aconteceu na Libéria e Timor-Leste, entre outros.

Com o término do discurso do secretário-geral, os representantes do Conselho de Segurança concordaram com os seus pedidos e demonstraram apoio por meio de uma declaração presidencial oficial assinada por todos os 15 representantes.