Publicado em: terça-feira, 19/07/2011

Reunião do Copom é o destaque desta semana

O Comitê de Políticas Monetárias (Copom) começa nesta terça-feira (19) a reunião que busca definir as novas taxas de juros do país. A ala majoritário do mercado acredita que o novo aumento será de 0,25% na taxa Selic, fixada em 12,25% ao ano.

A indicação é feita com a curva de juros futuro, que ainda espera mais duas elevações de 0,25% da Selic. Já as previsões da BM&FBovespa indica que as projeções de juros embutidos nos contratos de Depósito Interfinanceiro (DI) devem operar em queda, como foi sinalizado na manhã desta segunda-feira (18). A reunião ainda deve discutir pautas como o boletim Focus.

Nos últimos dias, o DI que tem como vencimento janeiro de 2012, projetava os juros de 12,46%, ante 12,48% do último fechamento. Já o DI de janeiro de 2013 projetava taxa anual de 12,63%, frente aos 12,67% de sexta-feira. O DI de janeiro de 2017 sinaliza juro de 12,44%, contra 12,48% do último ajuste.

Observando o cenário global, a agenda de indicadores deve ser mais tranqüila para os Estados Unidos durante esta semana, dando destaque para os dados do mercado imobiliário que devem ser divulgados nesta quarta-feira, referentes ao mês de junho. Também serão anunciadas as licenças e novas construções e venda de imóveis existentes.

Para a inflação, a Fundação Getúlio Vargas (FGV) informou que o índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S) do último dia 15, aponto deflação de 0,13%, indicando a queda de 0,02% em relação a última taxa registrada.