Publicado em: sexta-feira, 04/01/2013

Resultado Enem 2012 – Juiz decide que acesso para redações deve ser antecipado

Resultado Enem 2012O juiz Danilo Fontenelle Sampaio atendeu pedido feito pelo Ministério Público Federal do Estado do Ceará (MPF-CE) para que o Inep venha a divulgar de maneira imediata a correção de redações do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) para os candidatos. Conforme aponta o calendário oficial, esta divulgação deveria ocorrer apenas no dia 6 de fevereiro. O Ministério da Educação (MEC) afirmou que irá recorrer desta decisão.

Esta decisão de que era necessário entrar com uma ação foi tomada pelo procurador da República Oscar da Costa Filho, depois de denúncias feitas por estudantes. Costa Filho, que no último ano fez várias disputas judiciais com o insituto depois do vazamento de questões durante em um colégio de Fortaleza na edição do Enem de 2011, também pediu que estas reclamações sejam preservadas.

O procurador afirma que o material que institui o vestibular contém CD-R com aproximadamente oito mil assinaturas dos candidatos que estão inconformados de que as notas que são atribuídas a eles não seguiram aos critérios de correção apontados no edital, e devido a não possibilidade de que seja conferida a nota da redação.

Durante a quarta-feira (2), uma candidata do Rio de Janeiro pode, através da Justiça, ter o direito de acessar, em 48 horas, o espelho da correção da redação. A jovem não teve nome apontado, e questiona os 640 pontos que recebeu, entre uma escala de zero até 1 mil pontos que a banca corretora atribuiu. O Inep afirmou que iria recorrer da decisão.

O Inep que é um órgão que tem ligações com o Ministério da Educação que organiza o Enem, disse através de assessoria que recorrerá de ações que possam mudar o cronograma de Sisu e Enem. Conforme o instituto, o governo teve um termo para o ajuste de conduta (TAC) junto ao Ministério Público e que foi definido que a divulgação da redação ocorreria apenas para caráter pedagógico.