Publicado em: quarta-feira, 25/01/2012

Resgate de reféns na Somália realizado pela mesma equipe que matou Bin Laden

O mesmo grupo das forças especiais dos Estados Unidos que matou Osama Bin Laden, mentor dos ataques de 11 de setembro de 2001, libertou os reféns que foram sequestrados em outubro do ano passado por piratas da Somália. A operação de resgate foi realizada no país durante a madrugada desta quarta-feira (25). Jessica Buchanan, cidadã dos Estados Unidos de 32 anos, e Poul Hagen Thisted, dinamarquês de 60, estavam trabalhando na unidade de retirada de minas do Conselho Dinamarquês de Refugiados quando foram sequestrados.

A operação foi autorizada pelo presidente Barack Obama com dois dias de antecedência à sua realização e minutos depois de ter encerrado seu discurso sobre o Estado da União, realizado na terça-feira (24), Obama estava no telefone com o pai da cidadã norte-americana. De acordo com o pirata que falou ao telefone com a Associated Press, Bile Hussein, os soldados dos Estados Unidos invadiram o local à noite e atacaram os guardas de surpresa, depois que eles haviam mascado uma erva alucinógena a noite inteira e estavam dormindo.

O motivo para fazer com que o presidente autorizasse a realização da operação foi a notícia de que a saúde de Buchanan estava se deteriorando, e por isso precisava ser resgatada rapidamente. Outra fonte afirmou que a cidadã dos Estados Unidos não estava tão doente, mas precisava de remédios.

O pirata que conversou com a agência de notícias afirmou que nove homens foram mortos e outros três foram levados pela equipe especial de soldados da Segurança dos Estados Unidos.