Publicado em: quarta-feira, 03/08/2011

Responsável por lançar espuma contra Murdoch condenado a seis semanas de prisão

Humorista britânico de 26 anos, Jonathan May-Bowles foi condenado nessa terça-feira (02) a seis semanas de prisão por ter lançado um prato de papel cheio de espuma de barbear contra o magnata australiano, Rupert Murdoch, durante a sessão parlamentar destinada para ouvir os depoimentos de Murdoch, seu filho, James Murdoch, e a ex-chefe executiva da News International, Rebekah Brooks. O prato não acertou Murdoch por que sua mulher conseguiu impedir que ele fosse atingido.

Além do período em que ficará detido, o inglês humorista será obrigado a pagar uma multa no valor de R$632,00 pelo crime de agressão. Além do fato de ter tentado atingir Murdoch, May-Bowles interrompeu a audiência pública, a qual teve que ser suspensa por 15 minutos até que todos estivessem a postos para retornar com os depoimentos dos envolvidos no caso dos grampos telefônicos. Depois de terem identificado quem lançou o prato com espuma em direção a Murdoch, a polícia retirou May-Bowles do local.

Durante o seu próprio julgamento, May-Bowles se declarou culpado das acusações. Além disso, o humorista decidiu parodiar o magnata australiano ao afirmar “só gostaria de dizer que este é o dia da minha vida em que me sinto mais humilde.”

Esta foi a mesma frase proferida por Murdoch durante o seu depoimento. Porém, ao contrário de May-Bowles, Murdoch defendeu que não teve culpa dos casos de grampos telefônicos que aconteceram dentro do jornal News Of The World, o qual teve sua última edição no mês de julho após 168 anos em circulação.