Publicado em: sábado, 03/09/2011

Renault confirma Bruno Senna até o fim do ano

Bruno Senna foi oficializado como piloto da Renault-Lotus até o fim da temporada. A equipe confirmou na última sexta-feira (03) que o brasileiro será companheiro do russo Vitaly Petrov nas próximas sete corridas do ano.

O sobrinho de Ayrton Senna já havia corrido o GP da Bélgica, na semana passada, no lugar do alemão Nick Heidfield, que havia entrado na justiça para obter o direito de voltar à equipe. Entretanto, o piloto alemão e a escuderia entraram em um acordo e oficializaram o desligamento da equipe.

Com isso, Senna, que já estava garantido para o GP de Monza, na Itália, tem vaga assegurada no cockpit da Renault-Lotus nas outras seis corridas, em Cingapura, Japão, Coreia do Sul, Índia, Emirados Árabes e em Interlagos, no GP do Brasil.

Piloto de testes da Renault-Lotus, Senna já havia ganhado uma oportunidade no GP da Bélgica, onde surpreendeu e chegou a largar em sétimo. Na corrida, porém, se envolveu em um acidente pouco depois da largada e acabou terminando na 13ª colocação.