Publicado em: terça-feira, 05/07/2011

Renato Gaúcho é o novo treinador do Atlético-PR

No dia em que sua última partida à frente do Grêmio completa uma semana, Renato Portaluppi assume o compromisso de comandar o Clube Atlético Paranaense. O Atlético-PR, por sua vez, tenta recomeçar a escalada na tabela após ver seu último técnico, Adilson Batista, pedir demissão no sábado passado.

A demissão de Adilson se explica pela posição do Furacão na tabela: a lanterna. Com sete rodadas vencidas, o Atlético-PR soma apenas um ponto conquistado. São apenas dois gols marcados pela equipe na competição deste ano.

Curiosamente, o primeiro adversário do novo emprego de Renato Gaúcho será o mesmo que o ajudou a cair em Porto Alegre. O Grêmio perdia por 2 a 0 para o Avaí, num Olímpico repleto de vaias para o time de Renato, na semana passada. Nem mesmo o empate em cima da hora melhorou sua situação, que culminou com a queda. Agora, Renato quer usar o Atlético-PR para vencer o Avaí neste sábado, na Arena da Baixada. Quem comanda o time nesta quarta, diante do Inter no Beira-Rio, será o interino Leandro Nunes.

A missão de tirar um time da lanterna não será novidade para o eterno camisa 7 do tricolor gaúcho. Foi justamente sob essas condições que Renato desembarcou no Rio Grande do Sul para dirigir o Grêmio. Sua chegada, à época, contagiou elenco e torcida. O Grêmio decolou e terminou em 4º lugar no Brasileirão 2010. Em 2011, entretanto, a série positiva não se repetiu, e a queda nas oitavas de final da Libertadores para o Universidad Católica somada à perda do Gaúchão para o rival Inter ajudaram Renato a cair.