Publicado em: quinta-feira, 19/07/2012

Relatório da ONU diz que 34,2 milhões de pessoas vivem com Aids no mundo

De acordo com um relatório divulgado pela Organização das Nações Unidas (ONU) nessa quarta-feira, 18 de julho, no ano passado foram registrados mais 2,5 novos casos de Aids em todo o mundo.

O levantamento da organização diz ainda que atualmente cerca de 34,2 milhões de pessoas têm o vírus HIV. Dessas pessoas, 30,7 milhões são adultos e destes, 16,7 são mulheres. De acordo com a entidade, esse é o maior número de casos acumulados que já foram registrados pelos estudos realizados pela ONU.

O documento divulgado pela entidade diz que no ano passado, no entanto, um número recorde de pessoas infectadas com o vírus HIV passaram a ter acesso a uma terapia com remédios anti-retroviral que são utilizados para que o controle da doença seja feito. Em 2011, segundo o órgão, 11 milhões de pessoas que vivem em países de baixa e média renda receberam este tipo de medicamento. Quando comparado com o ano anterior, 2010, esse número é 1,4 milhão maior. Nos últimos dez anos, os casos de novas infecções pelo vírus HIV caíram cerca de 20% em todo o mundo.

Ainda assim, o relatório da ONU diz que em relação a 2008 para cá, os valores vindos de recursos internacionais e que são utilizados para que sejam feitas campanhas e o combate à Aids não avançaram. De acordo com um representante da entidade, é necessário que seja realizada uma manutenção constante da terapia, não só mantendo-a como também expandindo-a. No entanto, ele vê o cenário como otimista, já que o número de mortes causadas pela Aids, assim como o número de novos infectados, vem diminuindo, na mesma medida em que o tratamento da doença tem atingido cada vez um número maior de pessoas.