Publicado em: quinta-feira, 25/04/2013

Relatório da Conmebol não faz menção a briga no Chile e Luxemburgo pode não sofrer punições

Relatório da Conmebol não faz menção a briga no Chile e Luxemburgo pode não sofrer puniçõesO relatório feito na partida entre o Huachipato do Chile e Grêmio fez que o departamento jurídico do clube respirasse um pouco. Ao menos momentaneamente. O documento que foi enviado durante esta terça-feira para os representantes do time gaúcho não fazem citações ao tumulto que começou depois do final da partida. Com o empate de 1 a 1 o Grêmio chegou às oitavas de final da Copa Libertadores.

O Grêmio, porém, não chegou a ficar totalmente tranquilo. Conforme o advogado do departamento de futebol Gabriel Vieira do Grêmio, afirma que há a possibilidade da Conmebol enviar uma notificação após o relatório.

Ele diz que no documento que foi enviado não há nada do incidente. Apenas informações sobre cartões amarelos, e que Zé Roberto foi suspenso, mas nada além disso, Vieria diz que aparentemente a confusão ficou nisso, mas em outro momento pode ser enviado outra notificação. Porém no relatório da partida não há nada.

O departamento jurídico do Grêmio está se baseando no detalhe que o relatório mostra que a partida não deve resultar em outros problemas. Neste documento, existe um campo que deve ser apontadas as considerações que chegam a ter atos de maneira indisciplinar. Porém, não chegou a ser preenchido.

Vieira cita que na expulsão do Cris, no jogo contra o Fluminense, o campo foi utilizado para que explicasse o incidente disciplinar. Porém nesta vez não apareceu nada. Devido a isso, ele diz que há duas possibilidades, ou a súmula do árbitro não constou nenhum relato, ou as imagens não chegaram a ser esclarecedoras para que seja provado algo contra o time gremista.

A confusão teve início após o apito final da partida. Os técnicos Vanderlei Luxemburgo do Grêmio e Jorge Pellicer do Huachipato foram se cumprimentar, porém membros da comissão técnica do time chileno se desentenderam junto ao treinador brasileiro. Logo após, um jogador junto do preparador físico do clube fora para cima de Luxemburgo, que caiu no chão e assim começou uma uma confusão generalizada, e Luxemburgo sofreu diversos chutes e a briga só acabou após intervenção policial.