Publicado em: sexta-feira, 30/03/2012

Reitor da USP é investigado pelo MP por uso indevido de verba pública

João Grandino Rodas, o atual reitor da Universidade de São Paulo, será investigado pelo Ministério Público Estadual. A suspeita é pelo uso de verbas públicas para imprimir os informativos institucionais, onde critica os diretores da Faculdade de Direito. Em setembro do ano passado, os folhetos foram distribuídos na São Francisco.

Com isso, foi instaurado um inquérito, a pedido da instância máxima da Faculdade, a Congregação da Faculdade de Direito. Antonio Magalhães Filho, o diretor da São Francisco, foi pessoalmente ao procurador geral da Justiça, Fernando Grella Vieira, entregar o ofício com a solicitação.

Investigações

A investigação iniciou no mês de fevereiro, ficando sob responsabilidade da Promotoria do Patrimônio Público e Social. Agora, o processo está correndo em segredo de Justiça, podendo fundamentar uma futura ação civil por conta de improbidade administrativa. Agora, o MP está em processo de análise das informações que foram oferecidas pela Faculdade e pela reitoria.

O reitor Rodas foi diretor da Faculdade de Direito São Francisco entre os anos de 2006 a 2009, quando no ano seguinte assumiu a reitoria da USP.

A solicitação da Congregação da Faculdade de Direito veio devido a dois boletins da assessoria da imprensa da reitoria da Universidade de São Paulo. No informativo do dia 20 de setembro, o conteúdo acusava o diretor Magalhães de não dar continuidade aos projetos da gestão comandada pelo reitor Rodas.

O texto indicava que a direção atual estaria descontinuando os projetos anteriores, implicando num desperdício de dinheiro público, além de estar contrariando a lei a e a moralidade administrativa.

Pouco tempo depois, a reitoria criticou novamente a direção da Faculdade, onde no novo comunicado, Rodas falava sobre o Clube das Arcadas, retomando a discussão sobre doações milionárias, destinadas a reformas das salas de aula, que exigia em retorno, que os espaços fossem nomeados com o nome dos doadores.