Publicado em: quinta-feira, 30/10/2014

Reitor da Universidade de São Paulo irá divulgar valores de salários de funcionários pela internet

Reitor da Universidade de São Paulo irá divulgar valores de salários de funcionários pela internetA Universidade de São Paulo passou por uma séria crise financeira neste ano e com ela veio o período mais duradouro de paralisação já ocorrida em dez anos, foram quatro meses em que funcionários cruzaram os braços, exigindo melhores salários.

O Reitor da USP, Marco Antonio Zago declarou que passará a fazer a divulgação dos valores de salários de funcionários e professores via internet, para ele o que pode ter gerado esta crise financeira pela qual a Universidade passa, foi a falta de planejamento. Zago informou que por meio da divulgação dos salários via web é possível que professores e funcionários verifiquem se os valores pagos estão alinhados com o mercado de trabalho.

A publicação será realizada através do portal Transparência da Universidade de São Paulo, lá já consta uma relação não nominativa de valores de salários, entretanto não houve divulgação de quando os novos dados estarão disponibilizados na página. Segundo o reitor a disponibilização desses dados permitirá que imprensa e também diferentes órgãos da sociedade tenham acesso aos valores que estão sendo pagos e com isso verificar se estão alinhados com o mercado de trabalho ou não.

A Universidade de São Paulo recebe 5% do que é arrecadado com ICMS em todo o estado e nos dias atuais esses valores tem sido direcionados aos pagamentos de salários de professores e funcionários da instituição, já que a Universidade tem autoridade para dispor desse recurso como achar melhor. O dinheiro para as demais despesas vem sendo retirado de uma popança emergencial, recurso que deve se esgotar em 2016, caso a Universidade não se recupere da atual situação.

Dados divulgados por uma emissora de televisão dão conta que atualmente a Universidade de São Paulo possui 17.554 funcionários e 6.074 professores, funcionários que já atingiram o ponto máximo em sua carreira recebem salário aproximadamente R$10 mil mensalmente, já os funcionários que tem apenas o ensino fundamental completo, recebem o valor de R$ 3.500 pagos mensalmente, este valor supera o salário de alguns docentes que estão começando a carreira, já os professores que já chegaram ao topo na escala de carreira tem o salário mensal de aproximadamente R$ 15 mil reais.

Segundo informações do Sindicato dos Trabalhadores da Universidade de São Paulo, os funcionários que possuem mais de 20 anos de carreira e que possuem algum tipo de qualificação, são os que recebem os maiores valores salariais.