Publicado em: quarta-feira, 09/11/2011

Reino Unido vai se abster da votação pelo pedido de reconhecimento da Palestina

O ministro britânico das Relações Exteriores, William Hague, declarou nesta quarta-feira (09) que o Reino Unido vai se abster de qualquer votação que seja vinculada ao pedido palestino de adesão à Organização das Nações Unidas (ONU). Para o Reino Unido, não há possibilidade de se manifestar a favor do reconhecimento ou o contrário, pois estão em meio ao processo de retomada das negociações com a Palestina.

Em discurso no Parlamento, Hague declarou “não votaremos contra o pedido dos líderes palestinos, mas tampouco podemos votar a favor quando nosso objetivo principal continua sendo o retorno das negociações. Por isso, em decisão acordada com a França e nossos parceiros europeus, o Reino Unido vai se abster em qualquer votação sobre a adesão palestina à ONU.” O ministro britânico se pronunciou antes de o comitê de admissões do Conselho de Segurança fazer o pronunciamento nesta sexta-feira (11) sobre o pedido de adesão feito pela Autoridade Nacional Palestina (ANP).

A agência de notícias Reuters teve acesso a um relatório preliminar produzido pelo comitê, no qual a entidade dá a entender que não conseguiu chegar a um consenso para passar uma orientação unânime ao Conselho. O relatório também indica que os membros do Conselho talvez não entrem em consenso.

Diplomatas do Ocidente acreditam que a tentativa de reconhecimento da Palestina é fracassada desde o momento em que enviaram o pedido ao Conselho de Segurança. Os Estados Unidos prometeram desde o início que vetariam o pedido, caso este chegasse a ser votado no Conselho. Para que o pedido seja aprovado, nenhum membro pode vetar a proposta.