Publicado em: quinta-feira, 27/02/2014

Regulamento do Paulistão pode deixar Corinthians nas mãos do São Paulo

Regulamento do Paulistão pode deixar Corinthians nas mãos do São PauloA fase de grupos do Campeonato Paulista de 2014 está a cinco rodadas de seu término, momento a partir do qual começam a ser feitos prognósticos de maneira mais concreta. E, devido à mudança de regulamento deste ano, que reduziu a fase de grupos para apenas 15 rodadas – contra 19 dos anos anteriores -, uma situação curiosa começa a se formar: o São Paulo, vice-líder do Grupo 1, pode ser o grande responsável pela classificação ou eliminação precoce do Corinthians, que ocupa a quarta posição no Grupo B.

Confrontos

A partir de agora, o São Paulo enfrentará apenas os adversários que estão no Grupo B: Botafogo, Ituano, Audax, Corinthians e XV de Piracicaba. Embora tenha uma campanha apenas razoável no Paulistão, com quatro vitórias, três empates e três derrotas, o São Paulo está tranquilo na segunda posição do Grupo A, três pontos atrás da líder Penapolense e cinco à frente do Linense.

O Corinthians, por sua vez, está quatro pontos distante da zona de classificação. Por isso, o Timão não depende apenas de suas próprias pernas para conquistar uma vaga na fase eliminatória do estadual.

Nesta quarta-feira, o São Paulo vai a Piracicaba enfrentar o XV, enquanto o Corinthians recebe o Comercial. Não há combinação de resultados possível para que o Corinthians alcance a zona de classificação já na 11ª rodada.

Clássico

No dia 5 de março, o São Paulo recebe o Audax, enquanto o Corinthians vai a Lins enfrentar o Linense. No dia 9 de março, acontece o clássico entre Corinthians x São Paulo, que pode definir de vez a situação das duas equipes no Paulistão. Se o São Paulo finalmente conseguir vencer um clássico, a situação do Corinthians ficará bastante complicada.

Nas últimas rodadas, o tricolor paulista enfrenta exatamente Ituano e Botafogo. As duas equipes estão à frente do Corinthians no Grupo B (o Botafogo lidera, com 19 pontos, enquanto o Ituano tem 18). Caso o São Paulo seja derrotado nestes confrontos, provavelmente seguirá com grandes chances de classificação. O Corinthians, entretanto, estará provavelmente fora, neste cenário hipotético.

Entrega

Conforme a possibilidade de ter o rival nas mãos vai se concretizando, o assunto começa a correr nos bastidores do tricolor paulista. O discurso, entretanto, é óbvio: não há qualquer possibilidade de que o São Paulo faça corpo mole contra seus últimos adversários, com o intuito de prejudicar o rival.

Embora seja muito menos grave, por não envolver rebaixamento, a situação fez com que os torcedores começam a se lembrar do Paulistão de 2004, quando a permanência do Timão na primeira divisão do estadual estava nos pés do São Paulo. Para permanecer na primeira divisão do Paulistão, o Corinthians precisava de uma vitória do São Paulo sobre o Juventus. Como o tricolor paulista já estava classificado, muito se comentou sobre um possível corpo mole contra a equipe do interior. Mas, com dois gols de Grafite, o São Paulo venceu e salvou o rival. Na partida, a torcida tricolor sequer comemorou os gols de seu atacante.