Publicado em: terça-feira, 01/11/2011

Registro de casos de dengue no RJ cresceu 550% em 2011

A subsecretária de Estado de Vigilância de Saúde, órgão da Secretaria de Estado de Saúde do Rio de Janeiro, Hellen Miyamoto, disse nesta segunda-feira (21) que o numero de casos registrados de dengue cresceram 550% neste ano em comparação a 2010. Em 2011, já foram registrados160 mil casos da doença sendo 133 mortes.

“Os principais fatores para esse grande aumento são o aumento populacional, o abastecimento irregular de água e o significativo aumento de produção de lixo urbano. Temos estimulado todas as prefeituras do estado a trabalharem a mobilização, principalmente agora, no período pré-verão. Precisamos reduzir o número de criadouros de mosquitos”, afirmou Miyamoto.

Os dados foram divulgados durante uma audiência Pública da Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj). O presidente da Alerj, Bruno Correia, comentou que o estado precisa estar preocupado também com o combate da doença. “O combate não pode parar por aqui. Pelo que foi apresentado aqui, muito se trabalha para a prevenção e pouco para o combate à dengue. É importante investir na mobilização, mas é primordial investir na qualidade dos agentes de saúde”, disse.

Se acordo com os dados, a cidade de Niterói é o município que apresenta o maior índice de casos da dengue tipo 4, com 11 pessoas já infectados. Este novo tipo de dengue pode aumentar a chance da doença ser da forma hemorrágica. Como o novo vírus ainda é recente o número de casos é abaixo, porém, as chances de se estender são grandes com a entrada do verão.