Publicado em: sábado, 12/01/2013

Redes de TV norte-americanas fazem aplicativos para atingir segunda tela dos telespectadores

Redes de TV norte-americanas fazem aplicativos para atingir segunda tela dos telespectadoresAs empresas que fabricam televisores, redes de TV e estúdios de cinema estão buscando fazer adaptações para tablets, criando conteúdo original e softwares que possam promover interação maior com a audiência e outras receitas com publicidades, após desdenharem aparelhos móveis, que classificavam como sendo apenas distrações.

O motivo para esta reviravolta é o aumento do reconhecimento por parte das empresas da maneira de utilização da TV, que tem audiência constante há aproximadamente uma década, mesmo com o aumento de aparelhos como os tablets.

Os telespectadores estão cada dia utilizando mais os tablets ou smartphones enquanto estão assistindo TVs, ou estão recorrendo a usar os aparelhos durante intervalos comerciais. Esta tendência faz com que criadores de softwares, fabricantes de televisores e redes de TV criem aplicativos para tablets que possam vir a reter a atenção dos telespectadores, afirmam executivos de TV e pessoas que produzem softwares.

Lisa Hsia, vice-presidente da Bravo Digital Network afirmou que quando o iPad foi ao mercado a empresa já tentou trabalhar com ele, e foi quem criou um dos primeiros aplicativos para segunda tela, conhecido como Bravo Now. Segundo ela por cerca de um ano não existiam outros aplicativos e hoje praticamente todas as redes de TV necessitam deles. Lisa diz que não são apenas fãs que querem o aplicativo, ele serve como nova fonte potencial para faturamento, pois a interatividade pode gerar maior envolvimento e uma receita ainda superior.

Aproximadamente 40% dos cidadãos dos Estados Unidos utilizam tablets ou smartphones enquanto estão assistindo TV, pelo menos durante uma vez ao dia. E está proporção dobra durante ao menos uma vez ao mês, conforme relatório da Nielsen.

A Pew Research apontou que 11% dos telespectadores que estavam assistindo ao primeiro debate realizado entre Mitt Romney e o presidente Barack Obama, estavam utilizando o computador ou aparelhos móveis ao mesmo tempo em que assistiam ao evento.