Publicado em: terça-feira, 19/03/2013

Redação do ENEM com receita de miojo recebe 560 pontos de 1000 possíveis

Redação do ENEM com receita de miojoUm candidato decidiu escrever no meio da prova de redação do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) do final do ano passado (2012), uma receita de miojo. O tema da redação era o movimento imigratório no país no século 21, e por incrível que pareça, ele conseguiu tirar 560 pontos – se consideramos a nota máxima chega no máximo á 1.000. A informação foi dada pelo jornal “O Globo”. Ainda ontem, dia 18, o jornal anunciou que as redações que ficaram com notas máximas também apresentaram erros grotescos, do gênero “trousse”, “enchergar” e “rasoavel”. O aluno chegou a escrever dois parágrafos a respeito do tema que foi proposto e depois disso decidiu dedicar um parágrafo todo para o preparo do macarrão instantâneo.

No texto ele escreveu como se deve fazer “miojo”. Depois de passar a receita, o estudante decidiu retornar a escrever a respeito da imigração. O jornal escrever que o aluno teria recebido 120 pontos (de 200) na competência 2 na parte de correção, que prima pela avaliação da compreensão a respeito da proposta que foi dada pela redação e a também pela aplicação dos conhecimentos do candidato para haver o desenvolvimento do tema. A respeito da competência 3, que está avaliando a coerência que foi apresentada na argumentação, o candidato teria recebido a metade de toda a pontuação total possíveis – de 100 á 200. Na nota que foi enviada para o jornal carioca, o MEC declarou que assim que os corretores das provas detectaram a presença da receita, eles consideraram inoportuno e inadequada, provocando punições e penalizações, principalmente nas considerações 3 e 4.