Publicado em: terça-feira, 19/11/2013

Recobramento de crédito tem queda em outubro, de acordo com SPC Brasil

Recobramento de crédito tem queda em outubro, de acordo com SPC BrasilO identificador de indivíduos que tiveram o nome retirado dos serviços de proteção de crédito, com dívidas renegociadas demonstrou queda de 3,21% no mês passado, sobre o outubro de 2012, conforme informações do número mensal de cobrança de crédito calculado pelo SPC Brasil.

Em comparação a setembro, a anulação de apontamentos de descumprimento de pagamentos proporcionou, entretanto, um progresso de 2,30%, entusiasmado pelo recebimento apressado da primeira parcela do décimo terceiro para aposentados e pela chegada do Dia das Crianças. Já no aglomerado do ano, o dígito de clientes que amortizaram dívidas atrasadas é assertivo e desenvolveu para 2,40%, de acordo com os dados.

Na estimativa do presidente da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL), Roque Pellizzaro Junior, embora a redução tenha sido anotada no mês passado, na checagem de 2012 no mercado de trabalho e o avanço da massa salarial ocasionou uma atmosfera favorável para que os inadimplentes obtenham êxito em renegociar as dívidas e retornem a ter nome limpo no mercado. Afirmou também que teve uma redução pontual em outubro na checagem com 2012, porém a expectativa é de que a recobramento de crédito volte a proporcionar elementos positivos no final de 2013, temporada em que mais indivíduos têm o anseio de retornar a gastar para o Natal, a ocasião mais rentável para o varejo.