Publicado em: quarta-feira, 03/07/2013

Recém-formado e equipe de 50 criam aplicativo milionário

Recém-formado e equipe de 50 criam aplicativo milionárioO engenheiro da computação recém-formado, Lucas Duplan, de apenas 21 anos de idade, ganhou 25 milhões de dólares, o que seriam mais ou menos 56 milhões de reais das mãos de investidores provenientes Vale do Silício para ter o aplicativo que Duplan desenvolveu ao lado de sua equipe formada por 50 membros.

O que torna este investimento milionário feito por executivos do Vale do Silício no aplicativo da jovem equipe uma compra absurdamente curiosa, é que o aplicativo ainda não estava pronto. Isso mesmo, o jovem engenheiro Duplan ganhou os 56milhoes de reais vendendo apenas o protótipo de seu aplicativo que foi testado por alguns alunos do corpo da Universidade de Stanford, mesma instituição onde ele havia se formado há pouco tempo.

Duplan batizou o aplicativo que vinha desenvolvendo de Clinkle, e além de ainda ser apenas um protótipo de um aplicativo não finalizado o gadget ainda não tem muito bem definida a sua função completa, ou seja, o que realmente ele pode fazer como um aplicativo. O seu site oficial também não ajuda muito, pois não tem quase nenhum detalhe sobre o Clinkle.

O que se encontra definido no site é que este aplicativo é um reconstrutor de uma carteira de cunho analógico, começando a tarefa do nada, do zero mesmo e pode levar o seu usuário a realizar um pagamento no futuro. Esta ferramenta está com uma previsão de lançamento logo para o final deste ano em duas versões, para as plataformas Android e iOS.

De acordo com Duplan, o objetivo dele e sua equipe toda é de tornar modernas as formas de pagamentos, eles desejam que os telefones móveis pessoais sejam, pela primeira vez na história o rival do dinheiro em papel, dos cartões de débitos e ainda mais dos cartões de créditos, explicou o empresário milionário.