Publicado em: quarta-feira, 26/02/2014

Receita Federal libera software para declaração

Receita Federal libera software para declaraçãoNa manhã desta quarta-feira, 26 de fevereiro, a Receita Federal librou para download o Receitanet, software utilizado para se fazer a declaração do IRPF (Imposto de Renda da Pessoa Física) de 2014. Os contribuintes podem começar a entregar suas declarações no dia 6 de março, com prazo final no dia 30 de abril. Devido ao Carnaval, neste ano os contribuintes terão menos dias para fazer a declaração: em 2013, a abertura do prazo de entregar foi no dia 1º de março.

Recomendações

Devido ao menor prazo para entrega das declarações, a Receita Federal recomenda que os contribuintes aproveitem o feriado no início de março para se organizar. Contudo, quem pretende fazer a declaração de Imposto de Renda através de dispositivos móveis, como tablets e smartphones, precisará esperar mais um pouco. Nestes casos, o aplicativo para a declaração estará disponível para download apenas a partir do dia 6 de março.

A grande novidade do Receitanet para 2014 é exatamente o maior número de funcionalidades para os aplicativos de dispositivos móveis. No ano passado, somente sete mil declarações foram feitas a partir destes dispositivos, pois os aplicativos apresentavam muitas restrições. Já neste ano, 90% das funcionalidades do software para desktops estarão presentes nos aplicativos.

Expectativas

A Receita Federal estima que, em 2014, serão feitas 27 milhões de declarações de Imposto de Renda, ou seja, um milhão a mais do que no ano passado. O Imposto de Renda da Pessoa Física deve ser declarado por todos os brasileiros que tiveram rendimentos tributáveis maiores do que R$26.661,70 em 2013. Também se incluem na lista aqueles que tiveram rendimentos não tributáveis superiores a R$40 mil, além de quem possuía bens no valor mínimo de R$300 mil até o último dia do ano passado. Quem não entregar a declaração dentro do prazo terá multa de 1% ao mês, calculado sobre o imposto devido.

Preenchimento

Outra novidade da Receita Federal para 2014 é a possibilidade de se utilizar de declarações pré-preenchidas. Neste caso, os contribuintes precisam ter certificação digital do órgão, além de terem feito declaração de imposto de renda em 2013. Com isso, a Receita Federal espera que mais usuários passem a utilizar a certificação digital, que não é obrigatória. Em 2013, somente um milhão de contribuintes adotaram este recurso.

Quem puder utilizar a declaração pré-preenchida, entretanto, deve estar atento a possíveis alterações necessárias em relação ao ano anterior. A Receita Federal ressalta que, neste e em todos os outros casos, as informações fornecidas são de total responsabilidade dos próprios contribuintes. Portanto, para evitar qualquer imprevisto, o ideal é conferir atentamente tudo aquilo que foi informado, inclusive nas declarações pré-preenchidas.

O Receitanet de 2014 também permite que os usuários recebam arquivos eletrônicos de planos de saúde e empresas, sendo necessário apenas importá-los para os campos necessários na declaração. Antes, as informações relacionadas a despesas com saúde precisavam ser obtidas através de comprovantes em papel, que, posteriormente, deveriam ser digitados no formulário de declaração. Para saber mais sobre a declaração de Imposto de Renda de 2014, acesse a página da Receita Federal.