Publicado em: domingo, 17/03/2013

Receita disponibiliza aplicativo para smartphones e tablets que simula restituição de Imposto de Renda

 Receita disponibiliza aplicativo para smartphones e tablets que simula restituição de Imposto de RendaDesde a sexta-feira (15) os contribuintes podem realizar simulações sobre o seu Imposto de Renda utilizando dispositivos móveis como smartphones ou tablets. Quando o usuário inclui informações pessoais, como os rendimentos e as deduções, o aplicativo realiza cálculos e faz a indicação de quanto deverá ser a restituição ou o pagamento feito para a Receita Federal. Conforme o Ministério da Fazenda, o aplicativo já pode ser baixo por usuários do sistema operacional Android do Google e do sistema operacional iOS da Apple.

A coordenadora de sistemas Maria Rita Prudente de Abreu da Receita Federal, diz que o novo aplicativo não permite que o envio da declaração do Imposto de Renda seja enviada através de smartphones ou tablets por causa da segurança que isto envolve. Porém, já há estudos para que esse envio possa ocorrer em algum momento, mas ela não soube precisar uma data para que isto comece a ocorrer.

As plataformas não podem interagir, isto é, não se podem trazer dados que foram declarados em 2012, utilizando o programa de computadores, para que este aplicativo móvel possa fazer a simulação sobre a restituição ou do valor que deve ser pago. Isto aponta que usuários necessitam digitar suas informações dentro do aplicativo, tanto no modelo simplificado ou no completo. Quem tiver um pagamento com atraso também poderá fazer a identificar do valor que tem que ser pago na página e realizar a impressão do recibo. Esta nova versão do aplicativo vai exigir que o aparelho seja cadastrado para realizar o acesso, este passo a passo é apontado durante o acesso.

Outra novidade que a Receita anunciou é que agora vai poder salvar os últimos 20 CPFs que foram consultados, para que possa agilizar o acesso. A Receita faz a explicação que esta sugestão veio por parte dos usuários, para que possa facilitar a utilização em escritórios de contabilidade, porém também de famílias que fazem uso deste dispositivo para a sua consulta. Foram essas funções o aplicativo também pode dar orientações da maneira para realizar a declaração, e permite acessar perguntas e respostas.

Conforme a Receita Federal, já foram realizados mais de um milhão de acessos para o aplicativo móvel desde que ele foi lançado no dia 6 de junho de 2012, que foi a data de véspera da restituição no primeiro lote do IR em 2012.