Publicado em: terça-feira, 16/08/2011

Rebelião no Espírito Santo deixou 39 detentas feridas

Em uma penitenciária no Espírito Santo houve na tarde desta segunda-feira (15) uma rebelião que deixou 38 mulheres intoxicadas e uma ferida. A rebelião aconteceu devido a um protesto feito pelas detentas do Presídio Feminino de Tucum, em Cariacica, o motivo do protesto era devido a uma transferência das presas para outra unidade penitenciária. As presidiárias atearam fogo em colchões e houve também a necessidade da intervenção do Corpo de Bombeiros da cidade, que controlou a chama em aproximadamente 30 minutos.

Foram enviadas para o Presídio sete ambulâncias do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) para poder atender às mulheres que ficaram feridas durante a rebelião. A maioria delas precisou de atendimento por terem inalado grande quantidade de fumaça. Após serem atendidas todas as feridas foram enviadas a hospitais da região.

O protesto das detentas era devido a elas não quererem ser transferidas para o Centro de Detenção Provisória de Xuri, em Vila Velha. O motivo da transferência das presas é que o governo pretende desativar o presídio de Tucum, que no momento da rebelião estava abrigando 346 detentas, de acordo com as informações repassadas pelo governo do Estado do Espírito Santo.

A rebelião aconteceu ontem às 16 horas da tarde e somente foi controlado depois de duas horas. Segundo a Secretaria Estadual de Justiça do Espírito Santo, a presa que teria encabeçado a rebelião se chama Marta de Jesus Santos, ela jogou um tanque de lavar roupas nas agentes penitenciárias, que revidaram com tiros, mas a detenta não ficou gravemente ferida.