Publicado em: terça-feira, 06/09/2011

Rebeldes se preparam para invadir cidade onde Kadafi pode estar abrigado

Os rebeldes e integrantes do Conselho Nacional de Transição (CNT) estão se preparando para invadirem a cidade de Bani Walid, onde acredita-se que o ex-ditador líbio, Muamar Kadafi, esteja escondido e protegido pelos moradores da comunidade. Neste domingo (04), as negociações para que as forças pró-Kadafi se rendessem não tiveram sucesso, então agora os rebeldes planejam nova ofensiva para tentar encontrar o ex-ditador. Mesmo com informações de que ele está na cidade, não há confimações sobre isto.

Até o momento, a única declaração que garante que Kadafi está em Bani Walid é a de Mohamad Bashir Saleh, morador da mesma cidade. Em entrevista à televisão local, Saled afirmou que “não temos provas que tenha saído da área. E se saísse, seria fácil de ver, já que os rebeldes controlam toda a província. Acreditamos que se movimenta constantemente, com deslocamentos muito curtos e com ajuda das pessoas do lugar”.

De acordo com o CNT, existem duas prioridades na operação em Bani Walid para encontrar Kadafi. A primeira seria evitar mais derramamento de sangue, sendo que este foi o motivo para tentar um acordo pacífico com as forças pró-Kadafi. A segunda diz respeito a não perder a oportunidade de prender Kadafi, caso seja comprovado que o ex-líder está de fato na cidade.

O CNT defende que continua sendo importante encontrar Kadafi para representar o fim definitivo do seu regime no país. Por isso, o Conselho acredita que caso o ex-ditador seja encontrado, ou o seu filho Saif al Islam, isso representaria o golpe final para a instauração do novo governo.