Publicado em: segunda-feira, 22/08/2011

Rebeldes líbios conseguem tomar conta da TV estatal Jamahiriyah

Depois de imagens da apresentadora da TV estatal líbia serem divulgadas na internet com a jornalista segurando uma arma de fogo ao vivo, os rebeldes anunciaram terem conseguido invadir os escritórios da televisão e tomaram conta da emissora nesta segunda-feira (22). A jornalista havia declarado que com aquela arma ela estava preparada para “matar ou morrer” caso os rebeldes tentasse tomar conta da televisão. Conhecida como Jamahiriyah, a emissora está fora do ar e todos os canais da TV estatal estão fora do ar.

De acordo com um dos líderes rebeldes Mohamed Zawiwa, “todos os canais da televisão estatal interromperam suas transmissões (em Trípoli). Nossos combatentes entraram em seus escritórios e tomaram o controle. Pequenos grupos pró-Kadafi seguem lutando na cidade, mas Trípoli está quase totalmente em nossas mãos. Os combates devem terminar no final do dia.” Para invadir a televisão, os rebeldes teriam matado as forças de segurança que protegiam o edifício.

A possibilidade de tomar conta da TV estatal se tornou palpável depois de os rebeldes terem conseguido avançar sobre o território da capital do país, a cidade de Trípoli. Até o momento, combates ainda estariam acontecendo na capital, mas os rebeldes informaram que cerca de 95% de Trípoli está sob o seu controle.

Quando os rebeldes conseguiram entrar em Trípoli, o paradeiro do ditador Muammar Kadafi era incerto por conta da probabilidade de tentativa de fuga. Especulava-se que ele teria saído da Líbia, mas logo um porta-voz do Pentágono, órgão do governo norte-americano, declarou que acredita que o ditador continua no seu país.