Publicado em: sexta-feira, 09/05/2014

Rachel Sheherazade renova seu contrato com o SBT e tem expectativa de um programa solo de opinião

Rachel Sheherazade renova seu contrato com o SBT e tem expectativa de um programa solo de opiniãoUm pouco antes da polêmica Rachel Sheherazade terminar a edição do “SBT Brasil” de ontem, quinta-feira (8), ela falou em sua coluna sobre a renovação do contrato com a emissora, e ainda ressaltou, sua expectativa no lançamento de um programa em que ela atuará sozinha nos próximos meses. “Fui chamada para uma reunião com o Maciel e o Leon Abravanel a pedido de Silvio Santos.

Acabamos chegando a um acordo e antecipamos a renovação do meu contrato que venceria em março. Foi muito bom para os dois lados. Vou permanecer na emissora até 2018 e tenho a expectativa de um programa solo com muita opinião”, conta. Antes de comunicar a todos, a jornalista comemorou a renovação do contrato. “Estou feliz em renovar com o SBT. Desejo que essa parceria possa ser duradoura e produtiva”, afirma. Mesmo mantendo sua participação no “SBT Brasil”, que irá manter seu formato até depois das eleições, foi prometido a ela um programa de debates semanal, sem datas definidas, deve ter sua estreia ainda este ano.

Polêmica sobre os casos de tortura

Em fevereiro, uma polemica quase comprometeu a carreira de Rachel na emissora. Ela declarou que era “compreensível” a ação de três moradores do Flamengo no Rio de janeiro, após torturarem e prenderem em um poste um adolescente de 16 anos, acusado de ser ladrão. Por conta do comentário, o SBT ainda se mantém sob investigação da Procuradoria Geral da República, pelo comentário ter sido considerado como apologia ao crime, além de que a declaração também causou revolta aos políticos, e todas as pessoas que defendem os direitos humanos.

Um dos que se opuseram, foi Ricardo Boechat, âncora do “Jornal da Band”, afirmando que a opinião de Rachel é uma “bosta”, mesmo com seu direito de se expressar. Essa semana, após o caso do linchamento da mulher no Guarujá, Rachel foi alvo de críticas, inclusive o jornalista da Band não perdeu a oportunidade de alfinetá-la. Em defesa, na mesma emissora Datena a defendeu, assim como César Filho.