Publicado em: sexta-feira, 07/06/2013

Quatro novas Universidades Federais no Brasil

Quatro novas Universidades Federais no BrasilA presidente Dilma Rousseff esta semana sancionou a lei que possibilitam quatro novas universidades federais no país para atender a cerca de 38 mil estudantes.

São elas a federal do sul da Bahia (UFESBA), do oeste da Bahia (UFOB), do sul e sudeste do Pará (UNIFESSPA) e do Cariri, no Ceará (UFCA).

Para a presidente isto significa interiorizar estudos universitários no Brasil e o governo aponta que as quatro universidades terão juntas 145 cursos diferentes.

De acordo com Dilma, hoje o Brasil oferece ao menos um campus de universidade para 275 municípios diferentes, capazes de atender a uma parcela significativa de estudantes no país.

Aloísio Mercadante, ministro da Educação acredita que estas universidades são uma parcela materializada das ações que o governo pretendia com o programa de apoio a planos de reestruturação e expansão das universidades federais brasileiras (Reuni).

Segundo Mercadante, as vagas nas instituições federais aumentou em 153% e hoje conta com 63 universidades em 321 campi espalhados no país. Ele acrescenta que o governo está se esforçando para expandir também para a região nordeste do país, que conta apenas com 10% do total de alunos pós-graduados em universidades federais no país.

Os cursos e os locais

A Universidade Federal do Cariri (UFCA) tem 27 cursos e 6.500 vagas para estudantes, de acordo com dados fornecidos pelo ministro Mercadante.

A Universidade Federal do Ceará construirá novos campis nas cidades de Barbalha, Crato e Juazeiro do Norte.

A Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (Unifesspa) receberá 128 mil novos estudantes para cursar 47 faculdades diferentes. Os campi estarão em Marabá, Rondon do Pará, Santana do Araguaia, São Félix do Xingu e Xinguara.

A Universidade Federal do Oeste da Bahia (Ufob) será na cidade de Barreiras e com campi também em Barra, Bom Jesus da Lapa e Santa Maria da Vitória. Serão 35 faculdades para 7,9 mil alunos.

A segunda instituição na Bahia será a Universidade Federal do Sul da Bahia (Ufesba), com 36 faculdades para 11,1 mil alunos. Será em Itabuna com campi nas cidades de Porto Seguro e Teixeira de Freitas.