Publicado em: terça-feira, 15/04/2014

Quase dois terços dos contribuintes ainda não enviaram o IR 2014

Quase dois terços dos contribuintes ainda não enviaram o IR 2014Todos os anos a situação se repete: o contribuinte deixa para a última hora o momento de enviar sua declaração do imposto de renda. Até o momento, um total próximo de dois terços do contribuinte ainda não enviaram a documentação da declaração do Imposto de Renda 2014. Até o fim da tarde de ontem, segunda feira, dia 14 de abril, somente cerca de 10 milhões de contribuintes haviam entregue a declaração, através do sistema da Receita Federal. Este número chega a representar apenas 37%, aproximadamente, do que foi estimado pela Receita Federal para o total de declarações este ano. São esperados mais de 27 milhões de documentos ao final do prazo.

Um balanço mais atualizado da Redeita Federal foi liberado na tarde de ontem, perto das 17 horas, revelando que até aquele horário, haviam sido enviadas 9 milhões e 927 mil declarações. O prazo termina ao final do mês de abril, no dia 30, quando o sistema no site da Receita ficará inacessível para aqueles que não enviaram a declaração do Imposto de Renda 2014. Os representantes com procuração eletrônica e contribuintes com certificação digital irão receber pela primeira vez a declaração pré-preenchida. Isso porque através do Centro Virtual de Atendimento da Receita, o e-CAC, estes contribuintes podem acessar ao documento já preenchido antecipadamente pelo Fisco, precisando apenas confirmar as informações apresentadas antes de enviar a declaração.

Como ocorreu em anos anteriores, os contribuintes que enviarem mais cedo a declaração estarão entre os primeiros a receber a restituição nos primeiros lotes, com exceção dos casos em que há problemas como inconsistências, erros ou omissões no preenchimento. Os contribuintes com mais de 60 anos também terão prioridade no recebimento das restituições, conforme está previsto no Estatuto do Idoso. A prioridade inclui ainda pessoas com deficiência física ou mental ou portadoras de doenças graves.