Publicado em: quinta-feira, 23/10/2014

Qualidade de sono pode desencadear problemas no coração

Qualidade de sono pode desencadear problemas no coraçãoUma noite mal dormida pode se tornar um hábito, trazendo consequências imediatas muito ruins no dia a dia, como cansaço, sonolência, dificuldade para absorver informações, falha de memória e de raciocínio. E não é só isso, a falta de sono também pode prejudicar a saúde por muito tempo, alerta o cardiologista Roberto Kalil e o pneumologista Pedro Genta no Bem Estar da última terça-feira (21).

Para o pneumologista, o sono é o momento de repouso cardiovascular, se caso a pessoa dorme menos do que precisa, ela deixa o coração suscetível a problemas e pode até desenvolver doenças, como infarto, hipertensão arterial e AVC. Os principais problemas causados pelo sono ruim é a chamada apneia obstrutiva do sono, ela faz com que haja uma obstrução da passagem do ar, que leva o paciente a acordar diversas vezes à noite.

Risco cardíaco

Nesse caso, o órgão mais afetado é o coração, por isso é importante se atentar aos sinais que o corpo emite. Se há um ronco frequente em qualquer posição, associado à sonolência e cansaço durante o dia, é necessário procurar um médico. Especialistas aconselham que mesmo que não se tenha apneia, o paciente pode ter risco cardíaco por conta da má qualidade de sono.

Isso acontece porque a pessoa não descansa o tempo que deveria, consequentemente ficando com o corpo cansado, estressada e chegando até mesmo a ganhar peso porque acaba tendo um maior apetite, principalmente por alimentos com maior teor calórico, como doces – levando a obesidade, que também é um fator de risco para o coração. De acordo com a personal do sono Silmara Bueno, é imprescindível prestar atenção na postura durante o sono, que pode causar dores à noite e no dia seguinte, deixando a pessoa cansada e tendo a sensação de não ter descansado.