Publicado em: segunda-feira, 01/09/2014

Público reclama do excesso de gays em Império

Público reclama do excesso de gays em ImpérioA rede Globo realizou recentemente uma pesquisa que visava analisar a rejeição e aceitação do público com as tramas da novela Império e chegou a revelação de que em geral, o público não tem nada contra a apresentação de tramas que envolvam homossexuais. Entretanto, a mesma pesquisa aponta que a emissora está na verdade pecando pelo excesso com a novela, exagerando em personagens gays, especialmente. O estudo ainda sentenciou que o público não está interessado em ver cenas dos casais gays mais erotizadas.

A Globo acabou concluindo, com base nesta pesquisa, que o romantismo entre casais gays e também e discussão por diretos dos homossexuais são temas bem respeitados pelo público, mas que a erotização do grupo, por outro lado, acaba ofendendo e afastando a audiência do público heterossexual, que é ainda a maioria da novela. São quase 40 milhões de pessoas acompanhando a novela das 21 horas da emissora e para grande parte dela, as cenas com beijo e alguns amassos entre os gays acaba sendo apenas de interesse do público homossexual.

Esta pesquisa será usada como base para realizar alguns cortes de cenas na trama. Enquanto o roteiro de Aguinaldo Silva pede algumas cenas picantes, com nudez e muita erotização, o que o público vê ao final de contas é algo bem mais leve e suave. Na gravação da cena, dois beijos entre os personagens Cláudio e Leonardo já foram ignorados, assim como um terceiro que acabou não indo ao ar. A emissora tem ordens para pegar leve nas demonstrações de homoafetividade, o que também está valendo para o excesso de erotização nos casais heterossexuais.

A novela conta com gays como Cláudio e Leonardo, mas também o blogueiro Téo Pereira e o travesti Xana Summers. A pesquisa revelou ainda que o público feminino acaba tendo uma queda pelos atores que interpretam os personagens gays, afirmando que levariam para casa, por exemplo, José Mayer, Kleber Toledo e Ailton Graça.