Publicado em: sábado, 02/06/2012

PSDB vai à Justiça depois de participação de ex-presidente petista no Ratinho

Segundo informações do partido, o diretório estadual do PSDB pretende entrar com uma representação no Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP) em função da entrevista dada pelo ex-presidente Lula ao Programa do Ratinho, na última quinta-feira. No mesmo programa também houve a participação de Fernando Haddad (PT), pré-candidato à prefeitura de São Paulo pelo Partido dos Trabalhadores. De acordo com o PSDB, a entrevista teve por objetivo promover a imagem de Haddad, colada à imagem de Lula. Ele foi o candidato escolhido pelo ex-presidente para concorrer à prefeitura da capital paulista em 2012. Segundo nota emitida pelo diretório municipal do PSDB, esse fato mostra que o PT desafia a justiça eleitoral e mostra novamente um comportamento ilegal que já havia sido presenciado nas eleições passada.
Segundo alguns tucanos, essa foi uma medida encontrada pelo partido de tirar o candidato petista da inexpressividade das pesquisas eleitorais feitas nas últimas semanas na capital paulista.

Tucanos também criticam o comportamento da emissora de televisão e apresentador

Na nota divulgada pelo partido dizendo que entraria na Justiça contra o PT em função da entrevista, o PSDB também fez criticas à atitude do apresentador Ratinho e da própria emissora de televisão SBT. Segundo a nota, tanto os entrevistados quando o programa e a não hesitaram em atacar outros partidos políticos. Além do PSDB, o PPS também disse que entrará com uma representação no TER contra o PT pelo mesmo motivo. Segundo Roberto Freire, presidente nacional do partido, a entrevista mostra que não há respeito às leis eleitorais.

PT diz que não fez propaganda

Conforme assessoria do ex-presidente, Lula não fez propaganda antecipada com a entrevista. Segundo a assessoria, é normal a presença pré-candidatos em programas de televisão e Gabriel Chalita (PMDB) e José Serra (PSDB) também já participaram de outras entrevistas.