Publicado em: segunda-feira, 18/07/2011

Prouni 2011 – MEC quer aumentar o valor da bolsa-permanência de alunos do Prouni

O ministro da Educação, Fernando Haddad, informou nesta quinta-feira (14), que pretende aumentar o valor da bolsa-permanência que é concedida aos alunos do Programa Universidade para Todos (Prouni), que atualmente tem valor máximo de R$ 300. Ele ainda afirmou que quer incluir o reajuste na proposta orçamentária do próximo ano.

A bolsa pode ser concedida aos alunos que recebem bolsa integral nos cursos presenciais de, no mínimo, seis semestres e que tenham como carga horária a média superior ou igual a seis horas por dia. O ministro informou os planos durante o 52º Conune (Congresso Nacional da União Nacional dos Estudantes), que está sendo realizado em Goiânia até o dia 17 de julho.

O Prouni foi criado em 2004, pelo Lei nº 11.096/2005. Segundo o MEC, o programa tem como finalidade a concessão de bolsas de estudos integrais e parciais para alunos do ensino superior em instituições de ensino privado. As instituições que aderem ao Prouni recebem isenção de tributos.

Para se candidatar aos Prouni, é necessário ter tirado no mínimo 400 ponto na média das cinco notas do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) de 2010 e não ter rezado na redação. O candidato não pode ter cursado nenhum outro curso superior e cumprir pelo menos um dos seguintes critérios: ter feito todo o ensino médio na rede pública; ter cursado em instituição particular, mas como bolsista integral; ter feito parte do ensino médio na rede pública e parte na particular com bolsa integral; ser portador de deficiência; ser professor efetivo da rede pública de ensino e integrando quadro permanente de pessoal (que só poderão usar a bolsa para cursos de licenciatura, normal superior ou pedagogia). As inscrições podem ser feitas pelo site do programa.