Publicado em: sábado, 07/04/2012

Protótipo de óculos de realidade aumentada é usado por cofundador do Google em evento

Sergey Brin, o cofundador da gigante de buscas Google, foi fotografado usando um protótipo do Project Glass, óculos de realidade aumentada criado pela companhia. O registro foi feito durante um evento filantrópico do qual Sergey Brin participou em San Francisco, nos Estados Unidos. Em entrevista a um site norte-americano, o cofundador do Google afirmou que o aparelho apenas era “capaz de se reiniciar”.

O empreendedor russo-americano afirmou, em uma entrevista dada ao “The Verge”, que o dispositivo móvel estava em uma “fase muito pouco desenvolvida”. Sergey Brin disse ainda que a companhia não tinha o costume de divulgar os projetos de maneira tão rudimentar. No entanto, ele afirma que, neste caso, o produto requer demanda do público.

Sem detalhes

O cofundador e ex-CEO do Google não falou mais detalhes sobre o produto. Quanto foi questionado sobre especificidades do aparelho, ele apenas disse que o óculos, quando for finalizado, deverá se conectar com todos os outros modelos de dispositivos. Mesmo sem muitos detalhes, o produto inovador do Google já despertou o interesse mundial.

Anunciado oficialmente na quarta-feira (4), o Project Glass é a mais nova tentativa da empresa norte-americana de se colocar no topo com audaciosos produtos tecnológicos. Em fevereiro, o jornal “The New York Times” informou que o dispositivo deverá ser comercializado ainda em 2012, e o preço será nos valores entre US$ 250 a US$ 600.