Publicado em: sexta-feira, 13/04/2012

Projeto espanhol procura salvar lince da extinção

Projeto espanhol procura salvar lince da extinçãoO lince-ibérico já possuiu uma numerosa população na Espanha e em Portugal, porém hoje é um dos felinos mais ameaçados de extinção. Em 2005, o número de exemplares do animal ficou em somente 150, fazendo com ele se tornasse o mais ameaçado de extinção entre os 36 tipos de gatos selvagens existentes em todo o mundo. Neste mês, um grupo de pessoas assistiu emocionada a libertação de exemplares da espécie.

Um dos principais motivos que fez com que o animal estivesse perto de ser extinto foi a perda de sua mais importante fonte de alimentação: os coelhos. A destruição do habitat natural dos felinos também ajudou para a queda brusca de exemplares deste lince. De acordo com o diretor do projeto que defende os linces, Miguel Simon, em entrevista para a BBC, o lince-ibérico é essencial para o ecossistema do Mediterrâneo.

Criação em cativeiro

Com a gravidade da situação dos animais, os conservacionistas da Espanha decidiram retirar alguns deles da natureza e colocarem em cativeiros para que pudessem se reproduzir. Isso fez com que aproximadamente cem novos linces nascessem recebendo todos os cuidados de veterinários. Através das medidas feitas para recurar o habitat natural dos animais, a população de linces também aumentou para aproximadamente 300.

Com estes avanços, era o momento de libertar aqueles que estavam vivendo em cativeiro. Três linces, que estavam um pouco hesitantes no começo, puderam dar seus primeiros passos para a liberdade neste mês. Eles estão utilizando coleiras para que seus movimentos sejam rastreados pelos organizadores do projeto.