Publicado em: terça-feira, 16/08/2011

Proibição da venda de remédios para emagrecer não é aprovada pelo CFM

Na última quinta-feira (11), o Conselho Federal de Medicina divulgou uma nova publicação onde explica as suas condições contra a provável decisão da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) que quer suspender a vende dos inibidores de apetite em todo o país.

Até o final deste mês a Anvisa deve anunciar o veredito sobre a decisão. O documento do CFM foi elaborado pelos médicos e enviado para o ministro da Saúde, Alexandre Padilha e demais presidentes da Câmara, Senado e outras autoridades.

No texto, o CFM alega que a Vigilância Sanitária não considera os seus argumentos.

Além disso, o CFM coloca que a interdição e proibição dos medicamentos pode contribuir com o agravamento de doenças ligadas aos transtornos de peso, como redução de peso.

Os conselhos regionais de medicina continuam a discutir uma mobilização e o preparo de uma campanha. A entidade disse que se a medida for aprovada, irá recorrer a Justiça para “preservar a autonomia dos médicos e proteger a saúde dos brasileiros.”