Publicado em: quinta-feira, 23/02/2012

Programa para fazer declaração do IR será liberado na sexta-feira

O Programa de computador a ser usado para o preenchimento da declaração do Imposto de Renda será liberado às 8h, amanhã. Ele estará disponível na página da Receita Federal na internet e este horário divulgado foi confirmado pelo supervisor do Programa do Imposto de Renda, Joaquim Adir.

Se a experiência deste ano for satisfatória, a Receita Federal pretende liberar o sistema antes dessa data nos próximos anos. Essa decisão deve facilitar o preenchimento, pois a pessoa terá tempo para se familiarizar com o aplicativo.

Este ano a Receita estima receber mais de 25 milhões de declarações. Esse é um número superior a 2011, quando foram enviadas 24,37 milhões. O aumento esperado é resultado da recomposição salarial dos trabalhadores e do grande número de pessoas que entraram no mercado nos últimos meses. As normas para fazer a Declaração de 2012 foram publicadas no início deste mês no Diário Oficial da União.

Pessoas físicas podem enviar o documento durante todo o mês de março

Mesmo preenchendo a declaração na próxima semana, as pessoas físicas terão que esperar até março para enviar o documento. O prazo estipulado pela Receita é de 1º de março a 30 de abril. O envio pode ser feito pela internet ou em disquetes que devem ser entregues nas agências da Caixa Econômica Federal ou do Banco do Brasil.

O preenchimento é rápido e simples desde que a pessoa tenha em mãos todas as informações necessárias. O contribuinte precisa ter cuidado para não omitir informações e apresentar dados consistentes, caso contrário poderá cair na malha fina.

Para receber a restituição logo nos primeiros lotes, os indivíduos devem preencher e enviar o formulário logo no início do mês. Idosos com mais de 65 anos têm prioridade, mas a regra só vale se não forem encontradas inconsistências nos dados apresentados.

A Receita Federal informou ainda que dia 29 de fevereiro termina o prazo para as empresas entregarem a declaração com os dados referentes aos rendimentos pagos aos trabalhadores.