Publicado em: segunda-feira, 03/09/2012

Professores mantêm greve há mais de 100 dias

Professores mantêm greve há mais de 100 diasA entidade Andes, Sindicato Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino, divulgou na manhã de hoje, segunda feira (03), um comunicado onde foi anunciado que a greve será mantida pelos docentes das universidades federais, que já soma mais de 100 dias. Entretanto, o sindicado aponta que ficou agora mais difícil a situação para reabertura das negociações, acreditando na necessidade de novas assembléias gerais até o próximo dia seis para definir uma decisão unificada pela continuidade ou encerramento da greve.

O documento enviado apresenta sete páginas e lá o sindicato destaca que a maioria das assembleias que aconteceu nas universidades durante a semana passada estaria decidindo pela continuidade da greve, ainda que encerrado o prazo para acordo proposto pelo governo federal. A nota reafirma que o comando nacional de greve deve dar continuidade a mobilização, além de ainda pautar ao longo das próximas assembleias a discussão sobre os rumos da greve e realizar debates sobre a suspensão unificada da mobilização nacional da categoria.

O sindicato pede ainda que as assembleias dos docentes das universidades e institutos federais avaliem vários pontos, entre eles a continuidade da greve; unificar a participação dos comandos de greves locais; estabelecer estratégias junto aos sindicatos de servidores (Sinasefe e Fasubra); manter a realização de atos públicos pela reabertura de negociação; insistir no pedido de audiência com o Ministro de Educação; analisar o projeto de lei enviado ao Congresso Nacional para a reestruturação da carreira docente (PL4368/2012) e propor elementos para definição das estratégias de ação frente à sua tramitação; e se a decisão for pela suspensão do movimento, definir quando as aulas serão retomadas.