Publicado em: quarta-feira, 26/10/2011

Professora de 27 anos é resgatada depois de 66 horas sob escombros na Turquia

Uma professora de 27 anos foi encontrada com vida depois de ter passado 66 horas embaixo dos escombros do terremoto de 7,2 graus de magnitude que assolou a Turquia no último domingo (23). Ela foi encontrada na cidade de Van e levada ao hospital em Ercis, região que ficou mais devastada por causa do terremoto. As duas cidades são próximas e ficam na região leste da Turquia. Identificada como Gozde Bahar, a professora estava ferida e também mora em Ercis.

Uma testemunha que se identificou como vizinho da professora, Akif Goltas, afirmou que as equipes de resgate se esforçaram intensamente para conseguiram retirar Bahar dos escombros. Goltas informou que foi necessário passar toda a noite na operação para conseguiram resgatá-la. Além da divulgação do resgate da professora, uma fonte diplomática também informou que a Turquia vai aceitar ajuda internacional para lidar com as consequências do terremoto, inclusive de Israel.

No primeiro momento, Ancara, a capital do país, havia rejeitado a participação da comunidade internacional na reconstrução das cidades devastadas. Porém, após receber os relatórios das equipes de emergência, o governo percebeu que será melhor contar com a contribuição de outras nações. No momento, a Turquia precisa de casas pré-fabricadas e de contêineres para servirem de abrigo aos moradores que perderam suas casas.

Muitos dos que sobreviveram estão morando nas ruas sob frio intenso de temperaturas que podem chegar abaixo de zero. Logo após o terremoto, mesmo quem não teve seu lar destruído deixou o edifício de residência com medo de novo tremor que levasse a um desabamento.