Publicado em: sexta-feira, 23/09/2011

Professora atingida por aluno de 10 anos passa bem

Na tarde de ontem (22) uma professora do ensino fundamental foi atingida no abdômen com uma arma calibre 38 por um aluno de 10 anos. O garoto, que teria pego a arma do pai, que é guarda municipal. Além de atirar na professora, o garoto se matou em seguida com um tiro na cabeça.

Após atirar sem justificativa na professora, o estudante David Mota Nogueira, saiu da sala e atirou em si mesmo no corredor da escola. Ele chegou a ser levado para o hospital de emergência Albert Sabin, mas sofreu duas paradas cardiorespiratórias no caminho e não resistiu. Morreu por volta das 16h50 de quinta feira.

O crime aconteceu na Escola Municipal Alcina Dantas Feijão, em São Caetano do Sul, interior de São Paulo. O marido da professora atingida afirma que a escola já havia sido informada sobre o comportamento agressivo e violento de David. A polícia ainda irá analisar os vídeos para tentar entender o que aconteceu.

A professora Rosileide Queiros de Oliveira, 38 anos, passou ontem por uma cirugia de 3 horas para retirada do projétil que ficou alojado em seu abdômen. Ela permanece na UTI e está estável. Aind a não há previsão de alta, mas a professora não corre risco de vida.