Publicado em: quarta-feira, 14/03/2012

Professor da USP é atropelado na Avenida Paulista; estado é grave

Na manhã desta quinta-feira (14), César Ades, de 69 anos, um dos professores do Instituto de Psicologia da Universidade de São Paulo (USP), foi atropelado e se encontra em “estado gravíssimo” no Hospital das Clínicas, capital paulista. De acordo com amigos da vítima, ele estava caminhando pela Avenida Paulista, uma das mais movimentadas da cidade, quando foi atingido por um veículo na esquina da rua Peixoto Gomide, via que possui faixa de pedestres.

O professor recebeu socorro da mulher que dirigia o automóvel, que o levou para o Hospital, onde ele passou por cerca de quatro operações. Ele estava sem documentos e vestindo as roupas de corrida. A Polícia Militar e a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) não possuem registro deste atropelamento porque não foram acionadas a respeito.

O professor é considerado uma das referências mundiais na área de etologia e comportamento animal. Foi diretor do Instituto de Estudos Avançados da USP até o mês de fevereiro, além de ter sido também diretor do Instituto de Psicologia e professor livre-docente desde o ano de 1991.

Diversos alunos e colegas de trabalho da vítima estão prestando homenagens ao professor na rede social “Facebook”. A reitoria da USP ainda não se manifestou a respeito do acidente, pois aguarda maiores detalhes e informações sobre o caso.

Até o ano passado, a região da Avenida Paulista teve mais de dez atropelamentos fatais, em um total de 645 pedestres que foram vitimas de atropelamento por toda a cidade de São Paulo.